Páginas

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

9 meses de Mariana

Dia 21 de fevereiro minha filhinha completou 9 meses... Já aprendeu a dar tchau e mandar beijinhos... E já está começando a balbuciar suas primeiras palavras : "dadá, dedé..." E o mais importante já se vira sozinha e fica de quatro querendo engatinhar... Passa o dia querendo dar pulinhos (não tem braço que aguente...) e já está ensaiando seu primeiros passinhos...

Que ironia do destino: dia 16 de fevereiro de 2011 foi o dia mais triste da minha vida... lembro como se fosse ontem, no dia da ultrasom, o médico me disse: " a coluna da sua filha não fechou..." e me explicou que ela estava com mielomeningocele. Estava com meu pai e Marcelo, e saí praticamente carregada da clínica, não tinha forças nem para andar... Meu mundo desabou, morri por dentro... questionei o porquê ? Não quis conversar com Deus, perdi minha fé... Não dá para descrever o sofrimento em que mergulhamos eu, meu marido e minha família...
E hoje ??? Tudo mudou... Deus me mostrou o caminho, me levou para São Paulo e para o Dr. Moron e estou aqui, feliz, ao lado da minha filha e da minha família, vivendo dias de muita alegria com minha Mariana e suas descobertas... cada dia é uma novidade, uma brincadeira nova, um som novo...


video

Férias Mariana e Miguel - Barra de São Miguel - Alagoas

Dia 18/01 recebemos a visita de Guilherme, Karen, Julia e Miguel para uns dias de férias na casa de praia da Barra de São Miguel. Foram dias inesquecíveis, ver Mariana e Miguel juntos, conversarmos, estarmos juntos, nós, pais que passamos por dias tão difíceís, dividimos a mesma história e graças a Deus, as mesmas vitórias. Foram dias muito importantes para nossas famílias. Famílias unidas pela mesma luta, luta contra a mielomeningocele e suas sequelas... Essa luta uniu nossas famílias, dividimos as mesmas experiências e hoje podemos celebrar a vida, a vitória. Não dá para descrever a sensação de ver nossos filhos crescendo mês a mês, como crianças completamente normais, parece que vivemos um pesadelo, que pouco a pouco está sendo esquecido por nós.