Páginas

segunda-feira, 2 de junho de 2014

História da Adriana e Raphael pais de Raphael Filho operado em 19/12/2012

Era dia 20 de outubro de 2012 quando eu estava com meu marido em uma clínica de ultrassonografia para descobrir o sexo do meu bebê, então com 18 semanas de gestação. Durante o exame o médico disse: “É um menino, mas tem um problema...”. Neste momento uma interrogação apareceu na minha cabeça, e o médico continuou: “Chamei minha colega para ajudar a explicar para vocês, é um problema na coluna”. Eu perguntei o que era e ele me perguntou se eu sabia o que era espinha bífida, mielomeningocele, hidrocefalia. Quando ele disse hidrocefalia, eu respondi que sabia o que era, e perguntei se era isso que meu filho tinha. Ele nos explicou que o nosso bebê tinha mielomeningocele, que é uma malformação da coluna, e que poderia causar hidrocefalia e problemas de locomoção, entre outras sequelas.
Graças a Deus o médico que diagnosticou o problema sabia da existência da cirurgia intraútero e nos informou a respeito. Nos encaminhou para uma clínica de Medicina Fetal, onde fiz o ultrassom morfológico e amniocentese. Os médicos me encaminharam para o Dr. Moron, apesar de não serem a favor da cirurgia intraútero e acreditarem que os riscos de morbidade são maiores que os benefícios oferecidos pela técnica. Pesquisamos tudo sobre mielomeningocele e a cirurgia “a céu aberto”. Descobrimos o blog Vencendo a Mielo e ficamos animados com a história da Mari e do Miguel. Cinco dias depois estávamos eu e meu marido em São Paulo, para consulta com o Dr. Moron e com o Dr. Sérgio Cavalheiro, mas já decididos a fazer a cirurgia intraútero. Era um misto de coragem e medo, dúvidas e muita esperança... mas acima de tudo muita fé em Deus... e confiança nos médicos... no meu coração eu tinha a certeza de que tudo daria certo, de que meu filho seria uma criança muito feliz e amada, e que não estávamos passando por tudo isso por um acaso. Eu tinha certeza que Deus estava me presenteando com essa criança e que eu faria tudo por ela. Eu e meu bebê fomos operados no dia 19/12/12, com sucesso. Ele nasceu no dia 06/02/13, com 32 semanas, muito saudável! Ficou internado durante 28 dias, devido a prematuridade. Foi uma fase de muita resignação e fé. Hoje meu filho está muito bem, não precisou de válvula para derivação ventricular, tem muita força muscular e sensibilidade nos pezinhos e perninhas. Engatinha o tempo todo e agora vai usar órteses para ter mais firmeza para começar a andar. Graças a Deus tomamos a decisão certa! Somos uma família muito feliz e tudo o que passamos nos fez mais unidos. Só temos que agradecer a Deus por ter nos conduzido pelo melhor caminho, e ter colocado neste mundo médicos tão especiais como Dr. Moron, Dr. Sérgio e equipe, que são verdadeiros anjos na Terra!

2 comentários:

  1. Adriana e Raphael , fico feliz que vcs encontraram o Blog e que ajudamos de alguma forma. Gde bj

    ResponderExcluir